11 de dez de 2013

Alas minh´alma!






Alas minh´alma!

Alas meu corpo!
Porque adoro viver poesia...
Cantada a versos profundos,
Flutua minha alma com doces palavras,
Sentindo como se a suspendesse,

Alas minha mente!
Porque adoro viver poesia...
Respirar teus sussurros,
Acariciando intensamente teu rosto ,
E entre teus lábios... minha língua...
Beber da tua boca,

Alas minha mente!
Adoro!, viver poesia...
Mergulhar nos teus olhos,
Saciar meu corpo faminto
Dessa pele deliciosa,

Alas meu desejo!
Adoro viver poesia...
Minhas mãos moldando teu rosto,
Sentir meu corpo tomado por luxúria,
Querendo consumir –te! de todas as formas!,
Tantas quantas meu desejo quiser...

Ala-me! Quero asas!
Quero viver poesia...
Poesia esta nossa,
Singular,
Única e desmedida poesia!

By Metrílica para meu Anibal Minotaur.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.


28 de nov de 2013

Si, te amo

 





Si,
te amo.
Te amo como solo puede amarse 
al amor verdadero.

Amor que solo puede pagarse
con amor.
Amor que todo lo alumbra,
que brilla como el sol 
cuando amanece.

Ese amor único,
verdadero y limpio,
que nos prometemos 
cada día.

Ese amor 
que sentimos,
desde siempre,
para siempre.

El que fluye 
en cada mirada mutua,
el que brilla
en tus ojos cuando los miro.

Amor que nadie
ha sentido jamas,
virgen, perfecto
y único.

Amor que esta ahí,
incluso cuando no podemos verlo,
sintiéndolo profundo
en nuestro pecho.

Amor que resume,
amor que ilumina,
amor que recuerda
amor que emociona.

Amor sin complejos,
que no necesita motivos,
amor que me inunda
como el río fértil.

Te amo,
como no he amado jamas,
como no amare a nadie,
como nadie te ha amado nunca,
como tu me has amado siempre.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 3.0 Brasil.


15 de abr de 2013




"Quando duas almas se encontram o que realça primeiro
Não é a aparência física, mas a semelhança das almas.

Porém muitas vezes
Elas se encontram em um tempo

E em um espaço diferente
Do que suas realidades possam permitir.

Mas depois que se encontram

Ficam marcadas ... tatuadas...

E ainda que nunca venham a caminhar
Para sempre juntas

Elas jamais conseguirão se separar.

E o mais importante ...

Terão de se encontrar em algum lugar.

Almas que se encontram
Jamais se sentirão sozinhas

Porquanto entenderão, por si só
A infinita necessidade

Que têm uma da outra para
toda a eternidade."

__Paulo Fuentes