20 de fev de 2011

Saudade Poética



Lembranças,

Pensamentos,

Sempre em nuvens a buscar,

O que o coração alenta,

E a saudade alimenta...

Recordo,

Passeios entre aromas e ventos,

Mãos dadas, querendo que não passasse o tempo...

Anseio,

Toda aquela intima eternidade,

Fusão plena, instintiva liberdade...

Quero,

Que morra a saudade,

Na profundidade do teu abraço,

Mesmo que por um segundo, pareça “insanidade”...

Necessito,

Alimentar minh´alma,

Da tua carne, do teu suor, de tua essência...

E ouvir a mais deliciosa musica,

Composta por “teus sussurros”, corpos em cena...

Desejo,

Poder olhar-te mais de perto,

E nos teus olhos deleitar-me,

Sem pressa, Sem tempo certo...

By Metrílica ;-*, para Anibal Minotaur_ fevereiro 2011.

4 de fev de 2011

Um Pequeno Lembrete de "Quintana"...





'A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, já passaram-se 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.
Desta forma, eu digo: Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo, a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais.'


Mário Quintana